DMAE voltará a ocupar posição de destaque entre as autarquias de todo o país, afirma Menezes

o novo diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto-DMAE, Antônio Roberto Menezes

Natural de Poços de Caldas, 58 anos, formado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia Civil de Alfenas, o novo diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto(DMAE), Antônio Roberto Menezes, é viúvo, pai da Camila e da Natália e está no DMAE há 34 anos. Durante este período supervisionou as Seções de Expansão e Manutenção – SPE1, de Produção e Tratamento – SPE3 e de Controle e Operações – SPE2. Foi ainda o primeiro Presidente da CIPA do DMAE e o primeiro Presidente da Comissão de Julgamento e Licitações após a edição da Lei n.º 8.666. Gerente de Engenharia e Operações em duas oportunidades: de dezembro/2004 a dezembro/2006 e de novembro de 2.010 a agosto de 2.015 e em 2016 estava na Seção de Projetos e Fiscalização – SPE4.

 

Como recebeu o convite para ser diretor e como encontrou a autarquia?

Menezes – Fiquei muito honrado e me senti reconhecido ao receber o convite para ser diretor do DMAE. Conheço quase a totalidade dos servidores do DMAE e sei da responsabilidade, do respeito e do amor dos mesmos para com a autarquia. Encontrei o DMAE num clima organizacional de baixa estima, com má distribuição de funções e desrespeito à hierarquia em alguns setores, com salas subutilizadas e condições de trabalho prejudicadas, além de uma imagem desgastada da autarquia perante a população.

 

O que é ser diretor de uma autarquia com mais de 50 anos de atividades?

Menezes – Como sempre digo, o diretor precisa de todos para que consigamos melhorar nossa eficiência e eficácia. Não é segredo para ninguém que  atravessamos um período político-financeiro muito difícil, não somente no Brasil, mas em muitos países. Mas são dos momentos de dificuldades que tiramos força para mudança de conceitos e de mentalidades. A população em geral, notadamente a mais jovem, exige ser ouvida para que os recursos advindos de seus impostos sejam aplicados de forma a atender  suas prioridades, sempre com responsabilidade e honestidade. Assim faremos para que os procedimentos de todos os servidores sejam pautados pela uniformidade.  O DMAE é uma instituição sólida, possui servidores competentes e compromissados, excelente estrutura física e operacional e uma folha de serviços de mais de 50 anos à população. Tudo isto precisa ser fortalecido e valorizado.

 

Qual o principal desafio na atualidade?

Menezes – O governo federal, buscando a universalidade do abastecimento de água tratada e demais serviços de saneamento, editou em 2.007 a Lei do Saneamento. Esta Lei preconiza que o órgão responsável pelo saneamento de uma cidade, no nosso caso o DMAE, seja o único responsável pelos quatro eixos do Saneamento Básico que são: abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e drenagem urbana. Para atendimento desta Lei, precisaremos de uma nova Estrutura Organizacional e, conseqüentemente, de um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários que nos permitirão corrigir alguns pontos que tem sido causa de diversas ações trabalhistas.

 

Quais as obras em andamento?

Menezes – Entre as principais obras em andamento está a ETE I que tratará 70 % do esgoto gerado no Município que juntamente com os outros 30% tratados nas ETEs III e Bortolan colocarão Poços de Caldas no seleto grupo de cidades que tem 100% de sua população atendida com água tratada e que trata 100% do esgoto gerado.

A ETE I está orçada em R$ 5,8 milhões e deverá ser concluída num prazo de 18 meses.

 

Além da restruturação administrativa quais são seus outros planos para o DMAE?

Menezes – Pretendemos, nesta gestão, voltar a colocar o DMAE em lugar de destaque entre as autarquias municipais de todo o país. Para tanto pretendemos investir em redução do índice de perdas de água tratada, tratar 100% do esgoto coletado, construir nossa nova sede e executarmos as obras necessárias para garantia do abastecimento de água à população. Pretendo, nestes quatro anos, conduzir o DMAE com seriedade e compromisso com a população. Precisamos melhorar ainda mais a comunicação com os usuários. Uma das reclamações que é a “falta de água” em determinados períodos ainda não é bem compreendida. Mas, não é problema da população, mas nosso, em melhor informar sobre os nossos serviços e dar sempre retorno com clareza, honestidade, já que o nosso compromisso é de não deixar nenhuma residência em Poços com desabastecimento de água por mais de 6 horas. Tudo isto que pretendo realizar sei que é perfeitamente possível pelo engajamento de nossos servidores cuja responsabilidade já foi demonstrada por diversas vezes e em diversas situações. Espero ainda poder reconhecer o trabalho destes dedicados servidores premiando sua produtividade e disponibilidade que fizeram do DMAE uma autarquia nacionalmente respeitada.

 

 

Seja o primeiro a comentar em"DMAE voltará a ocupar posição de destaque entre as autarquias de todo o país, afirma Menezes"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*